quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Vida na água: oceanos




Os mares ocupam 3/4 da terra e possuem uma enorme fauna e flora, desde os invertebrados aos vertebrados. O oceano é dividido em três partes, na primeira é a que tem mais vida, nela vivem os corais, cnindarios que vivem fixos no substrato, e acabam formando barreiras imensas de corais, existe vários tipos de corais, alguns de forma bem estranha como a Acrópora, ela não é muito conhecida mas o que mais intriga é o seu formato, parece um cérebro! existe animais perigosos como o peixe pedra, um animal venenoso que possui espinhos ocos que liberam um veneno cujo a dor é insuportável, muitos pacientes pedem para amputar o membro afetado! existe também animais conhecidos, como a baleia azul, um dos maiores animais que existe ou que já existiu, possui trinta e três metros de comprimento e se alimenta de um minusclo animal chamado krill, esse pequeno crustáceo vive na superfície do mar, existe cobras nessa area também, a cobra-d'água vive em toda a Europa, uma pequena parte Ásia e vive também no noroeste da África e em algumas regiões do Brasil, ela é diurna e vive até no máximo dezenove anos. Alem dos corais existe outros invertebrados também como a poliqueta árvore de natal, ela habita os buracos de corais mortos, a flora também é abundante com algas que podem ultrapassar cem metros de altura e a famosa alface do mar. A variedade de seres vivos na 1ª faixa é enorme, mas na segunda faixa esse número cai, e acaba se encontrando animais caçadores, onde´a penetração solar é pequena as plantas não crescem na região e os animais da região se alimentam basicamente de carne, nessa região se concentra um grande número de neve marinha, partículas que vem da superfície e cai nessa região, fonte de alimento para muitos animais. O cachalote vive nessa região, o cachalote é um mamífero e sobe para a superfície de vez em quando para respirar. Outro animal caçador e conhecido é a lula-gigante, um enorme caçador de 15 metros de comprimento, embora já tenham achado alguns com 18 metros de comprimento, existe nessa região outro caçador experiente como o peixe espada. Ao ultrapassar os mil metros chegamos a região abissal, lá vivem os animais mais estranhos que você já viu, como o dumbo octopus, uma espécie de polvo que não mexe os tentáculos, existe também a lula vampira do inferno, uma lula bizarra que possui luz própria. Existe o blenio, um animal estranho que se alimenta de vermes tubulares que nascem em fissuras de vulcões, existe também a ameijoa gigante, é um dos maiores moluscos do mundo,pesa 200 quilos sendo 10 de carne comestível e pode viver de sessenta a duzentos anos. O ser humano já chegou a onze mil metros de profundidade. ao chegar bem no fundo nos deparamos com uma planície sem fim que se extende por vários quilómetros, na mais funda das fossas apenas pepinos do mar, minicrustaceos e bactérias vivem, mas um peixe chamado abyssobrotula galatheae foi encontrado a oito mil trezentos e setenta metros de profundidade, é o peixe que nada na maior profundeza.
postado e escrito por: Henri São Paulo


Nenhum comentário:

postagens mais lidas

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails