sábado, 5 de junho de 2010

como dinossauros se tornaram TÃO GRANDES-e tão pequenos



Imagine esta cena: esta de madrugada, depois de uma chuva, o sol aparece, irradiando toda a floresta com musgos no troncos das árvores. Um ornitholestes caminha, caçando insetos, localiza uma pequena libélula, corre atrás, saltando entre os troncos esverdeados no solo da floresta e de repente para em mais um tronco esverdeado e inclianado da floresta e deixa o inseto escapar, a razão: um grupo de apatossauros jovens indo rumo as grandes planícies ao meio da floresta. o ornitholestes solta grunidos mas nada incomoda o apatossuro. Esta cena foi uma demonstração de um fato que pode ter ocorrido no périodo jurássico, e mostra que dinossauros grandes tem uma superioridade sobre os menores, mas, vamos direto ao ponto: como foi que os dinossauros se tornarão tão grandes e tão pequenos. Esta pesquisa cientifica influenciaria no tamanho, idade, e evolução dos dinossauros e outros répteis pré históricos. Se você cortar uma árvore ao meio observara que ela possui anéis no tronco, são os anos que ela viveu. Cada anel conta um ano de sua vida. Agora se você pegar o osso de um dinossauro, mais precisamente de um diplodoco (como representado na cena acima), verá vários anéis deste que observou na árvore. Então estes anéis ajudam aos paleontologos determina a idade e tamanho dos dinossauros. Geralmente os dinossauros que vivem mais são os maiores, por exemplo, os diplodocus viviam mais ou menos uns cem anos, e cresciam em uma velocidade surpreendente, pois passavam o dia comendo e abrindo trilhas pelas florestas, assim eles cresciam rapidamente. Os que chegavam aos cem anos chegavam a ter trinta metros de comprimento. já os menores chegavam a trinta anos e cresciam até um metro de comprimento e as vezes chegava a ser menor. É como se contassem histórias de sua vida. Para desempenhar essas tarefas, o osso inteiro se desenvolve constantemente e muda ao longo da vida do ser, então a medida em que o osso cresce, o tecido novo vai se depositando na parte exterior do osso, assim se formam os "anéis". Nos ossos longos o crescimento se dá também nas pontas dos ossos. Até recentemente não era possível medir a idade dos dinossauros e estudar a dinâmica de crescimento desses animais, Mas usando essas tais linhas os cientistas e outras estruturas existentes nos ossos, os cientistas mostraram que os dinossauros atingiam o seu tamanho máximo recentemente, e tal crescimento rápido implica que essas criaturas tinham taxas metabólicas altas, semelhantes ás de animais que possuem sangue quente, e não como os répteis de hoje, de sangue frio, formando a teoria que os dinossauros podiam ter, sim, sangue quente. A equipe da scientificam american Brasil experimentou esse retrocalculo no tyranossauro rex. As laminas dos membros do t.rex revelaram somente quatro a oito linhas de crescimento preservadas, outras, perto do centro forma obsucurescidas pelo crescimento do tecido ósseo secundário. Os cálculos retroativos levaram então a uma estimativa de que o tiranossauro rex levava mais ou menos de quinze a dezoito anos para atingir o tamanho adulto, ou, o seu tamanho máximo. Outro exemplo, o Deinosuchus, um crocodilo enorme, chegava a medir cerca de dez a onze metros de comprimento. Ericksom e Brochu fizeram um experimento para estimar a idade deste animal e calcularam que ele tinha que alcançar até os cinquenta anos para atingir o seu tamanho máximo, três vezes mais do que o tiranossauro rex precisaria para atingir o seu tamanho máximo.



Como ler um osso de dinossauro, um breve resumo:
Como disse acima o osso dos dinossauros é constituído por uma espécie de anéis que mostram a idade que o dinossauro para de crescer. O cortex do osso é feito de mineiras como o cálcio, e fosfato e proteínas como o colageno que são transportados pelos vasos sanguíneos. Estes anéis são formados ao decorrer da vida e param quando o animal atinge sua altura máxima. A maioria destes anéis não estão bem conservados ou são obscurecidas pelo crecimento de tecido secundário, ocorrendo maioria das vezes no centro dos ossos.

Comparado dois répteis pré históricos e um atual:
Maiassaura:
comprimento:nove metros
idade para chegar a altura normal:14 anos
deinosuchus:
comprimento:dez metros
idade para chegar a altura normal:50 anos
crocodilo:
comprimento: três metros
idade para chegar a altura normal:27 anos
  • fonte:scientificam americam Brasil:legado fóssil de gigantes

Nenhum comentário:

postagens mais lidas

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails