sábado, 12 de junho de 2010

Especial da copa: Savanas da África do Sul


A África do Sul é rica em fauna e flora pelas suas savanas planas. Na África é que tem uma das mais ricas faunas do continente. E a maioria constituída nas savanas. Savanas tem um clima tropical (também chamadas de pradarias) coberta principalmente pelo capim, e as árvores são raras e distorcidas, não chove em abundância. As savanas da África do Sul são as mais ricas em fauna e flora do mundo, as famosas savanas africanas. Os animais da savana africana são bem conhecidos: os leões, zebras, hipopótamos, girafas e etc. Pradarias são compostas pelo capim. e como é plano, o fogo pode se propagar rápido pois não a barreiras para impedi-los, alem do local ser plano, causando inúmeras vitimas. Nas savanas africanas o maior problema é a escassez de água em época de seca. Animais se reúnem em enormes bandos, como os elefantes e gnus, a um rio, que no momento está seco, mas logo a época chuvas chegara e transformara o rio em um local cheio de vida. Mas em algumas savanas existe coisa pior do que a escassez de água tempestades de areia e predadores famintos. Os leões são perigo até mesmo para o gigantes elefantes. Mas o jogo vira a noite, os elefantes não são capazes de enxergar muito bem a noite, sua visão a noite fica quase parecida com a nossa em um local escuro, mas o do elefante é um pouco pior e o dos leões, a noite é como o dia para eles. Mas mesmo assim fica difícil de apanhar eles pelo seu tamanho e peso, eles resolvem pegar os filhotes mas estão cercados pelos elefantes adultos, e como ipenetravel tenta pegar os que estão chegando, atrasados pela tempestade, e pega o menor que tem. É o grupo inteiro, mais de trinta especialistas em caçar presas grandes, que logo derrubam e abatem o herbívoro gigante. Este elefante servira para todo o grupo por mais ou menos um semana. O rio finalmente está cheio de vida. Primiro vem os insetos e as aves, depois babuinos, zebras, girafas, gnus e por fim os elefantes. Apos uma longa viagem, as caçadas não param. Cachorros selvagens, caçadores em bando e com um excelente ataque as suas presas, encurralando-as, maioria das caças são bem sucedidas quando se trabalha em grupo. Eles se identificam pelas manchas distribuídas por todo o corpo, e infelizmente é ameaçada de extinção pois esta espécie é muito sensível as doenças dos cães domésticos e também é muito caçado pelas populações locais, que querem proteger os seus rebanhos de ovelhas matando-os. Voltando a caçada, vou narrar uma caçada flagrada pela equipe do planeta Terra. Os cachorros selvagens espreitam um grupo de antílopes pastando, quando a caça começa, o cachorro selvagem assusta o bando, dois cachorros selvagens se focam em um antilope, são chances iguais de se dar bem, 50% contra 50%, derrepente o antílope encontra um rio e pula nele, os antílopes não são bons nadadores então os cachorros selvagens esperam ele sair da água mas derrepente se ouvem latidos mais ao centro da floresta, avisando que conseguiram capturar a presa, e o antílope que pulou no rio esta livre agora. A hiena é um outro parente do cachorro selvagem, mas o animal menos popular da savana pela sua reputação de covarde e seus hábitos de carniceiro são, principalmente, as responsáveis pela a sua falta de popularidade, o seu grito parece um risada horrorosa, ele também pode latir, hurrar, ou até mesmo imitar um leão! se alimenta de restos de animais mortos pelos leões e guepardos, A fêmea da hiena é maior do que o macho.

Um microcosmos na África:a pradaria
As savanas são constituídas por capim, os animais são reconhecidas como a maioria mamíferos mas não são. Existem artrópodes na savana também, são milhões de insetos como os gafanhotos, formigas, cupins e etc vivem na relva. Mas bem organizados mesmos são os cupins e as formigas, que constroem uma casa cheia de túneis que leva para todos os lados. Enquanto as formigas controem as suas casas em terra, os cupins a constrem com barro e saliva, e o seu tamanho as vezes chega a ter mais de três metros de altura, e, considerando o seu tamanho com o cupim, eles são maiores do que os arranha céus de Nova York., as pradarias da África são pradarias do trópico, ou seja, só existem duas estações: uma chuvosa e a outra seca. Mesmo que os animais comam o capim ele nascera de novo, pois teria de ser cortado pela raiz para não nascer de novo.
  • fonte: planeta animal
  • planeta Terra (BBC)

Um comentário:

retriever disse...

Wonderfull blog ,interesting post, Greeting from Belgium

postagens mais lidas

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails