terça-feira, 14 de setembro de 2010

vida na Terra: relações essenciais 2ª parte

Durante todos os fatos ocorridos na Terra dentre esses quatro bilhões de anos, as relassões entre animais diferentes e da mesma especie sempre foi uma chave a sobrevivencia no mundo selvagem.
Os cães são, como todos sabem, parentes de lobos. Mas para ficar com humano e se dar bem na vida, era necessário mudar seu comportamento e instinto, com o decorrer do tempo, alguns lobos adquiriram modos que fizeram o humano se aproximar dos cães, pelo seu jeito e característica física, todos os humanos acharam eles bonitos e ótimos caçadores, e então resolveram ficar com eles. Na verdade, eles só adquiriram este modo para ganhar alimento fácil, e até hoje estão conosco. Uma relação em que cães e humanos se darão bem. Assim como tubarões e remoras (imagem acima). Tubarões se aproveitavam dos peixes para retirar os parasitas que grudavam na pele deles, e a remora não perdia nada pois ela também se alimentava de graça. Predador e presa também tem o suas relações. É uma batalha de bilhões de anos. E varias modificações foram feitas ao longo deste processo. Acompanhe abaixo:

Vírus não são formados por células, por isso, são arqui-inimigo das células. é tão longa esta batalha que já se foram feitas diversas modificações. Células eram simples que nem tinham um núcleo. Mas tudo mudou quando os vírus chegarão. E escolheram como presa as células, e ao decorrer de milhões de anos as células desenvolveram núcleo, membrana, citoplasma. Tudo para se defender da ameaça dos vírus. Mas mesmo assim os vírus conseguiam despejar bilhões de virus dentro de uma célula, e no final, ela acaba "explodindo" de tanto vírus. Mas isso também depende da alimentação do ser vivo atacado. Células são muito resistentes mas vírus também são muito eficazes. mas nem é sempre o predador que leva a melhor. Na África, os guepardos são um dos mais conhecidos pela sua rapidez e agilidade, sendo o animal terrestre mais rápido do mundo. mesmo com a agilidade os guepardos conseguem, dentre dez vezes, pegar a presa em somente uma das dez tentativas. Mas a também batalhas travadas entre plantas e animais. Na serra da Boa Vista, no norte do Brasil, macacos pregos descem uma montanha até chegar ao seu alimento favorito: semente de palmeiras. E elas são enormes. E duras, o primeiro passo é pegar a semente, tirar toda a casca, e depois jogar a semente no chão para seca-la por uma semana ou mais. Quando já estão prontos, os macacos pregos dão batidinhas para ver se já estar na hora de abri-la, então ele coloca-o sobre uma enorme rocha, cheia de macas de pancadas, pega uma pedra mais dura que bigorna e bate sobre a semente até quebra-la. E sempre dá certo com os mais experientes.
A reprodução é um outro meio de perpetuar a espécie e garantir que a espécie não venha a se extinguir. E é exatamente por isso que animais se exibem para as fêmeas, para garantir que o melhor dentre os machos tenha o melhor gene para ser passado ao filhote, e garantir que aquele filhote tenha uma perpetuação e consiga se reproduzir. E é exatamente o que acontece com as aves do paraíso, enquanto machos tem uma plumagem bastante colorida as fêmeas são bem simples.

próximo capitulo: vertebrados: os bem sucedidos


Nenhum comentário:

postagens mais lidas

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails