quarta-feira, 1 de junho de 2011

Paleontologia: a ciencia de descobrir o passado

Quando eu leio estudo ou faço qualquer coisa relacionda a paleontologia, sinto que a humanidade é pequena em relação a outros animais que viveram no passado. Dinossauros é um exemplo. Viveram em todos os rincões da Terra, até a Antártica, sem nem destruir a natureza. E hoje o único meio de saber sobre tudo o que aconteceu no passado, é por meio de fosséis. É bom deixar claro, que, a fossilização é um evento raro, Ainda mais se tal fossil tiver mais tempo. O fóssil não pode mais ser considerado um osso, e sim, uma pedra. Ele já perdeu todo o seu cálcio, e é só encontrado se tiver na superfície. O processo de fossilização é simples. Imagine que um animal de porte médio morre na beira de um lago. Os seu corpo recebe danos de outros animais carniceiros, e depois é enterrado na lama. O melhor lugar para a fossilização acontecer, pois seus ossos vão ser cobertos pela lama e guardados sem que nenhuma força do vento, presas, a danifique-a. Milhares de anos e ela é coberta por uma gigante quantidade de terra. E então outros milhares de anos depois, ele é exposto de novo a superfície, pois forças erosivas e movimento repentino das placas tectônicas o expõe de volta a superfície. Eles geralmente ficam expostos em barrancos, onde paleontologos o procuram. O fóssil na maioria das vezes, não está completo, faltam dentes, vértebras, costelas... mas em alguns casos ele está completo, como o caso do Darwinius Masillae encontrado na Alemanha (ou ida) e seu fóssil estava completo pois estava por muito tempo em um poço, onde nenhuma bácteria decompositora vive lá. O processo de fossilização é raro, como disse anteriormente, e, por isso não vamos achar todos os animais que viveram no passado, talvez menos de 50% das espécies, mas, mesmo assim, encontramos uma enorme variedade de espécies fossilizadas extintas.
Mas e se eu quiser achar fósseis na minha cidade? o que faço? Primeiro: certifique-se de que a geografia de sua cidade e a terra está em condições de se achar um fóssil e depois pesquise sobre o assunto. Segundo: também não é pegar uma pá e sair escavando. Caso queira escavar terá de ter uma permissão, e não pode ficar com fósseis em casa, é crime, pois os fósseis são patrimônio da humanidade, e também vender é um crime, mas, infelizmente, muitas pessoas praticam este crime, a ainda um grande mercado negro de fósseis no mundo. E se eu achar um fóssil no meu quintal? o que faço? Isso é extremamente raro, pois quando estivessem construindo a casa, eles aterram, e fica difícil de achar. E tem mais: quando estivessem construindo a casa, teriam achado o fóssil, acho que isso não seria util falar aqui. queria saber como era minha cidade a milhões de anos. Como faço? é meio complicado, pois, para paleontologos descobrirem isso existe a estratigrafia e geologia onde estuda a camada na época. Mas se você quiser saber, pegue um mapa do crétaceo( é mais fácil pra identificar) localize mais ou menos onde é sua cidade, Se estiver perto do mar, poderia ser floresta, mangue decorrente da passagem de um rio, lago... caso fique mais no centro, tem mais chances de ser um deserto. Mas é impreciso, você nunca saberia ao certo, é só um chute para chegar mais perto de como seria. Pois é isso, a paleontologia é realmente uma ciencia fascinante de ser estudada. Para mais informações, continuem acessando o blog.

Um comentário:

Elisandro F.R. disse...

seu blog muito bonito e versátil temos que trabalhar com matérias ricas em conteúdo,parabens

postagens mais lidas

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails