quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Distribuição de seres vivos em ilhas - isolamento geográfico

Você já se perguntou: porque os animais de algumas ilhas ou arquipélagos distantes dos continentes são tão diferentes dos animais dos continentes? Essa pergunta estava sem resposta, até a publicação do livro a origem das espécies em 1859. Ilhas, como todos sabem são uma grande massa de terra isolada pelo movimento das placas tectônicas. Arquipélagos são um conjunto dessas ilhas, que como no caso das ilhas galápagos e do Havaí nunca tiveram contato com continente, foram formadas pela intensa atividade vulcânica, onde a os hot-spots vulcânicos. Esses arquipélagos tendem a crescer conforme a atividade vulcânica desses locais fica mais intensa. No caso de Madagascar e Austrália, elas se separaram a milhões de anos atrás. Quando uma grande massa de terra se separa ela se isola geograficamente, seu clima muda, ambiente, então, os animais para sobreviverem acabam mudando, assim como plantas. Um belo exemplo de isolamento geográfico, que é quando um conjunto de uma mesma espécie de animal ou planta se separa por causa de uma barreira que se formou, seja um vulcão ou uma montanha que tenha os separado. Se passar por muito tempo essas duas espécies separadas, elas vão se modificar tanto, que quando se encontrarem de novo, essas espécies não vão poder mais se cruzar. Nas ilhas, as espécies se separarão por milhões de anos, e se modificaram drasticamente, formando novas espécies. Por isso, hoje, se formos visitar alguma ilha por muito tempo isolada, como a Nova Zelândia, as espécies encontradas lá são totalmente diferentes das encontradas na Ásia. Por exemplo, o Quivi, espécie de ave não voadora, é somente encontrada lá, na Nova Zelândia, em nenhum outro lugar do mundo. Isso ocorre devido a mudança do clima na ilha. As ilhas que estão proximas demais ao continente como a Grã - Bretanha e que foram isoladas a pouco tempo do continente costumam ter a fauna e flora bastante parecida com a do continente.
E no caso dos arquipélagos, como animais e plantas chegam nela, se nunca tiveram contato com o continente? Pode parecer estranho mais eles chegam através de balsas flutuantes de vegetação, já observadas por pessoas antes. Essas balsas além de carregarem consigo sementes, as vezes, levam animais, que pegam carona. Quando esses animais chegam lá, que, algumas vezes vem acompanhadas, se cruzam, reproduzem, e a seleção natural faz adaptações necessárias para sua espécie sobreviver no ambiente. A dispersão de sementes pode se dar por outras maneiras. Quando um animal come alguma fruta, ele guarda sementes em seu corpo, e quando elimina as fezes, as sementes vão juntas. A questão é: quando aves marinha comem fruta, elas espalham sementes por todos os lugares pela eliminação de fezes. E como aves, principalmente marinhas, que são capazes de cruzar os mares e ficar voando dias nele, fazem alguma parada em uma ilhota e eliminam suas fezes, acabam liberando as sementes do seu corpo na ilha. Outros animais podem até ser levados por furacões e outras tempestades, mas só animais pequenos. Esse também é outro meio de transporte das plantas: Tempestades. E como esses seres adquirem formas tão estranhas e únicas? Cerca de 80% dos animais achados na ilha de Madagascar não são encontrados em nenhum outro lugar na Terra. O número pode ser maior nas ilhas Galápagos, mas eu não tenho essa estatística aqui. Através da seleção natural, iguanas transportadas por diferentes meios a Galápagos, tiveram modificações estruturais em seu corpo. Eles tiveram essas modificações que as separaram das iguanas terrestres que vivem no centro das ilhas. Porque elas tiveram essas modificações? simples. Por causa da comida. Maior parte dos nutrientes vem do mar, e por isso maior parte dos animais de Galápagos são marinho dependentes do que as correntes os traz. as iguanas marinha podem ficar cerca de uma hora sem respirar debaixo d'água, como Charles Darwin observou. Lêmures, em Madagascar, são somente achados em madagascar. Já os cangurus são achados na Austrália, assim como o ornitorrinco. A Austrália tem uma fauna muito incomum, pois é somente nesse local, que achamos mámiferos ovíparos, ou seja, que colocam ovos. Também é o único local onde achamos marsupiais.

Nenhum comentário:

postagens mais lidas

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails